ESPECIALISTA EM LICITAÇÕES

A sua parceira

nos melhores

negócios!

SAIBA MAIS

Somos o seu departamento de licitações

Diariamente, os mais de 5.600 órgãos públicos brasileiros adquirem produtos, equipamentos e serviços necessários para a manutenção e ampliação da máquina administrativa brasileira. O problema é que para realizar estas compras, os órgãos realizam um processo burocrático, detalhado e minucioso chamado licitação, mas não se desespere, nós somos a solução!

A MM Licitações atua como o departamento de licitações de seus clientes, fazendo com que os mesmos se preocupem, somente, em escolher as licitações que desejam participar e mensurar os preços a serem praticados.

Não perca tempo, entre em contato conosco e venda para o maior consumidor do país!

Nossa experiência para o seu sucesso nas licitações

+ milhões

Em negociações produtos

+ milhões

Em negociações de serviços

+

Órgãos atendidos

+

Licitações participadas

Somos o seu departamento de licitações

Diariamente, os mais de 5.600 órgãos públicos brasileiros adquirem produtos, equipamentos e serviços necessários para a manutenção e ampliação da máquina administrativa brasileira. O problema é que para realizar estas compras, os órgãos realizam um processo burocrático, detalhado e minucioso chamado licitação, mas não se desespere, nós somos a solução!

A MM Licitações atua como o departamento de licitações de seus clientes, fazendo com que os mesmos se preocupem, somente, em escolher as licitações que desejam participar e mensurar os preços a serem praticados.

Não perca tempo, entre em contato conosco e venda para o maior consumidor do país!

Nossa experiência para o sucesso nas suas licitações

+ milhões

Em negociações de produtos

+ milhões

Em negociações de serviços

+

Órgãos atendidos

+

Licitações Participadas

Nós encontramos as melhores oportunidades

para sua empresa na área pública.

Nossos serviços

Conheça nossas especialidades no mercado de licitações

PROSPECÇÃO E ANÁLISE DE EDITAIS E REPRESENTAÇÃO

Busca e análise dos editais conforme a área e raio de atuação de cada cliente e participação presencial e/ou eletrônica em todos os certames escolhidos pelo mesmo

IMPUGNAÇÕES / ESCLARECIMENTOS

Impugnações do edital em casos de equívocos do objeto licitado ou ocorrência de fatos restritivos a participação do cliente.
Envio formal de dúvidas sobre o objeto licitado.

ORGANIZAÇÃO DE DOCUMENTOS

Recolhimento, atualização e organização de todos os documentos necessários para a participação nos certames públicos.

RECURSOS / CONTRARRAZÕES

Elaboração de recursos e contrarrazões a fim de resguardar os direitos de nossos clientes.

INDICADORES DE MERCADO

Elaboração de quadro comparativo com a demonstração dos resultados de cada participação de nosso cliente, contendo os valores fechados e dados sobre seus concorrentes.

ANÁLISE DE PAGAMENTO E QUALIDADE FINANCEIRA DOS ÓRGÃOS

Acompanhamento da previsão de pagamento de cada órgão e acompanhamento da liquidez da nota fiscal gerada a partir de produto e/ou serviço prestado.

Blog

Fique por dentro o que acontence no mercado de licitações
Nova Friburgo tem nova data para licitação da iluminação pública

Nova Friburgo tem nova data para licitação da iluminação pública

A Prefeitura de Nova Friburgo, na Região Serrana do Rio, remarcou a licitação que visa contratar empresa para realizar o serviço de manutenção da iluminação pública na cidade. O certame será realizado no dia 12 de agosto, às 10h30, no auditório do Centro Administrativo César Guinle, na avenida Alberto Braune, 224. A informação foi publicada no Diário Oficial, no último sábado, dia 27 de julho. Segundo o executivo, houve alteração no item 12.6 (que trata da qualificação técnica) do edital. A íntegra do documento está disponível no site da prefeitura. As empresas interessadas em participar do certame devem se inscrever até o dia 12 de agosto (data da licitação) às 10h30, na Comissão de Licitação. O contrato tem previsão de durar 12 meses, e a prefeitura estima investimento de até R$ 7,4 milhões. Licitação anterior foi adiada Em julho, o poder público adiou a licitação às vésperas do certame para realizar modificações no edital após contestações realizadas pelas empresas que desejavam participar do processo. Desde outubro do ano passado, a cidade está sem uma companhia especializada em manutenção, e dessa forma, o executivo vem atendendo à demanda que ficou acumulada. Em 2014, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) determinou que a troca de lâmpadas em postes seria de incumbência do poder público municipal. A taxa de iluminação pública cobrada pelo setor privado nas contas de energia elétrica é repassada às prefeituras. Em Nova Friburgo, a previsão mensal do valor dos repasses é de R$ 1.284.218,49 por mês, segundo o executivo.
Continuar lendo
Câmara aprova texto-base de projeto que prevê nova lei de licitações

Câmara aprova texto-base de projeto que prevê nova lei de licitações

A Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira (25) o texto-base de um projeto que prevê uma nova lei de licitações. Para concluir a votação, os deputados precisam analisar os destaques (sugestões de mudança ao projeto), etapa que não havia sido concluída até a última atualização desta reportagem. A atual lei sobre licitações está em vigor desde 1993. Pela Constituição, o poder público – União, estados e municípios – é obrigado a utilizar as licitações como meio para realizar obras e fazer compras de produtos e serviços. O texto do relator, Augusto Coutinho (SD-PE), prevê que as normas da nova legislação vão valer nos níveis federal, estadual e municipal e irão abranger os poderes Legislativo e Judiciário. As novas regras, pelo relatório, não vão valer para empresas estatais, já regidas pela Lei de Responsabilidade das Estatais. O que diz o projeto O projeto prevê as seguintes fases de licitação: preparatória; divulgação do edital; apresentação de propostas e lances; julgamento; habilitação; recursal; homologação. Na prática, a habilitação passa a ser uma etapa posterior ao julgamento de propostas, o que resultará na inversão de etapas. O texto prevê que as licitações devem ocorrer, preferencialmente, de forma eletrônica. A proposta também alterou as modalidades de licitação, incluindo o chamado diálogo competitivo, uma forma de licitação em que os governos chamam a iniciativa privada, para que as empresas apresentem possíveis soluções às demandas de contratação de serviços.Este modelo de atuação será possível no caso de compras que envolvam inovações tecnológica, ou em situações em que o poder público não conseguem definir as especificações técnicas com precisão. Outros pontos  Saiba outros pontos previstos pelo projeto:   Mudança nas regras sobre dispensa: Obras e serviços de engenharia no valor de R$ 100 mil poderão ter dispensa de licitação; no caso de compras e outros serviços, a dispensa poderá ser feita em empreendimentos de até R$ 50 mil (a legislação atual prevê dispensa de licitação para serviços e compras de até R$ 8 mil, além de obras e serviços de engenharia de até R$ 15 mil) Criação do Portal Nacional Nacional de Contratações Públicas:site que vai centralizar as informações sobre as licitações realizadas (editais, lances, projetos apresentados, pagamentos e situações dos empreendimentos); Punições: A proposta amplia a punição para a fraude em licitações: quem praticar o crime terá de cumprir pena de 4 a 8 anos de prisão (a lei atual prevê prisão de 3 a 6 anos).   A nova lei de licitações concentra todas as normas para as licitações, revogando a Lei de Licitações (1993), a Lei do Pregão (2002) e o Regime Diferenciado de Contratações (2011).
Continuar lendo
Prefeitura de Pelotas publica licitação para reforma do Theatro Sete de Abril

Prefeitura de Pelotas publica licitação para reforma do Theatro Sete de Abril

A restauração de um dos teatros mais antigos do Brasil está cada vez mais próxima de se tornar realidade. A prefeitura de Pelotas lançou na semana passada a licitação para a reforma completa do Theatro Sete de Abril. A empresa vencedora terá a missão de recuperar toda a estrutura do prédio, em obra orçada em R$ 7,8 milhões, com recursos repassados por meio do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) Cidades Históricas. Fechado desde 2010, o Theatro Sete de Abril foi inaugurado em 1833, tornando-se um dos palcos mais famosos do Brasil. A primeira parte do restauro foi concluída em 2014 e recuperou a cobertura do teatro, que corria risco de desabamento. Em 2016, foi apresentado o projeto de restauração total, ficando à espera de recursos federais. O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) aprovou em dezembro de 2018 o orçamento e publicou, no Diário Oficial da União, o Termo de Compromisso firmado entre a União e o município de Pelotas, o que possibilitou o encaminhamento da licitação. Além desta licitação, está programado um novo processo, destinado à compra de mobiliário e equipamentos como poltronas, cortinas, iluminação, climatização, sistema de som, entre outros. O valor aproximado deste novo processo está calculado em R$ 7,2 milhões. Os dois estágios, juntos, demandam o prazo de 18 meses, após o processo licitatório.
Continuar lendo