Licitação do lixo em Cachoeira deve ocorrer até o dia 23 de julho

27 de Junho de 2018
Licitação do lixo em Cachoeira deve ocorrer até o dia 23 de julho
O secretário de Meio Ambiente, Ronaldo Trojahn e o diretor, Alexsander Radiske, entregaram ao prefeito Sergio Ghignatti o projeto básico que será usado para a licitação do lixo de Cachoeira do Sul. O documento é bastante complexo e apresenta todos os pontos que precisam ser observados para a contratação da empresa que prestará o serviço. O contrato atual vence em 30 de novembro.

De acordo com Radiske, o projeto é dividido em duas partes: coleta de resíduos sólidos, que consiste em coleta de resíduos sólidos urbanos (convencional), coleta de resíduos sólidos de forma automatizada com contêiner e coleta de resíduos sólidos no interior ainda carregamento, transporte e destinação final dos resíduos sólidos em aterro sanitário licenciado pela Fepam/RS.

Uma das novidades apresentadas no projeto básico é o aumento no número de contêineres, que passarão de 100 para 350 unidades o que, consequentemente, diminuirá os pontos atendidos por coleta através de caminhões de forma convencional. Hoje a coleta automatizada se concentra na área central da cidade. Com o aumento de unidades, o raio atendido será expandido.

Agora, a Secretaria de Administração inicia a análise do projeto básico para providenciar a licitação. O prazo solicitado pela secretaria para executar a licitação é até 23 de julho, caso não seja necessário nenhuma alteração no projeto básico.